O seu poder de contagiar

Abril de 2020

Carolina Grandchamp

 

Neste momento tão crítico que estamos vivendo, provavelmente pensamos que estamos passando por algo novo. No entanto, somos quem somos justamente pela nossa capacidade de adaptação.  O grande desafio é que sempre estamos em busca de nossa zona de conforto, e no momento em que somos submetidos a um espaço e situação diferentes, somos obrigados a nos reinventar. Isso pode acontecer com mais facilidade para uns e menos para outros.

Segundo o dicionário, adaptar-se significa harmonizar com o ambiente, nos ajustando para que possamos sobreviver num determinado local. ‘Adequar-se’ entende-se por: amoldar, ajustar, combinar, integrar, habituar, harmonizar. A partir do momento que este processo depende de um todo e não da pessoa enquanto indivíduo, iniciam-se os desafios.

Nós vivemos em grupo e fazemos parte de algo maior, em que todas as nossas ações individuais tem reflexos diretos e consequências na vida do próximo. Diariamente temos sido expostos ao desafio de se viver em comunidade, de que não somos únicos, estamos conectados e que é impossível ficarmos para sempre isolados, com fronteiras fechadas e sem interações.

O ser humano não vive sem se relacionar e, por este motivo, a importância da compreensão, do saber se comunicar, do saber compartilhar com o próximo de forma saudável, de respeitar a opinião do outro mesmo que seja totalmente oposta à sua. É aí que mora a empatia, a resiliência, a tomada de decisão baseada em fatos, a comunicação acurada e estruturada. Todas estas habilidades compreendem nada mais nada menos que a inteligência emocional.

Sim, independente de falarmos do ambiente de trabalho, familiar ou do círculo de amizades. Em todos os âmbitos somos bombardeados com informações, expostos a inseguranças, e precisamos de controle emocional e esforço coletivo para que possamos viver em comunidade.

Todos nós vivenciamos isso diariamente, no nosso dia-a-dia profissional, por exemplo. No entanto, numa situação crítica e tão ampla como a que estamos vivendo, isso fica ainda mais visível. E para quem já tem ciência de suas ações e das consequências, da dimensão de conexão e de seu poder de contágio (no sentido de suas decisões afetarem os demais), pode ser um pouco mais confortável adaptar-se a essa nova realidade.

Tenha em mente que este evento impacta a todos, não apenas você ou o seu negócio. E, assim como na teoria da evolução, não apenas para a doença em si, sobreviverá não necessariamente o mais forte, mas sim os que melhor se adaptarem ao ambiente a que estão submetidos.

Siga a gente:

  • Facebook Verace
  • LinkedIn Verace
  • Instagram Verace

in@verace.com.br

11-3881-6548 

whatsapp: 11 98381-4881